sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

Comics de Avatar - O Último Dobrador de Ar

[ATUALIZADO - 01/12]

Saudações do Crítico Nippon!

Por volta de 5 anos após o término de O Último Dobrador de Ar, e já com A Lenda de Korra se encaminhando para o final, foi lançado o primeiro volume de histórias que se passam após a guerra de 100 anos. Iniciou com a trilogia The Promise, seguido da The Search, e The Rift, esse ano se conclui a Smoke and Shadow, e já está planejado para o ano que vem a conclusão da North and South. A intenção desse post é ser uma compilação de críticas destas obras que continuam um dos melhores desenhos de todos os tempos.


(NÃO contém spoilers)
(Meus textos anteriores aqui e aqui)


quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Blade of the Immortal (2017) - live action

Saudações do Crítico Nippon!


Com o estrondoso sucesso do live action de Rurouni Kenshin (tanto que gerou uma trilogia sem demora) (escrevi sobre todos), era natural que percebessem o potencial de outras possíveis adaptações (até Fullmetal vem aí). Mas se a saga do Battousai conseguia encontrar um fim satisfatório com a saga do Shishio (e a vantagem de contar com 3 filmes para estabelecer todos os personagens), Blade ficou com a desvantagem absurda de encerrar sua história neste filme. Ou seja, é mais do que natural que o resultado final não foi dos melhores. 


sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Boku no Hero Academia (temporadas 1 e 2)

Saudações do Crítico Nippon!

Sucesso absoluto em 2016 e 2017, este é o shonen da vez. Inspirado (leia-se: com todos os clichês possíveis) em diversas obras do gênero, Boku no Hero cativa pela energia (na média), pelo universo (de Músculo Total, One Punch Man, Railgun), pelas batalhas (bem esquecíveis) e pelos carismáticos personagens (mas não muito).

(esse texto só existe graças a votação que nossos Padrim’s participaram. MESMO.)

(spoilers... mas não importa muito)


sexta-feira, 3 de novembro de 2017

Mayoiga (The Lost Village) - 2016

Saudações do Crítico Nippon!


Em uma noite chuvosa e sombria, somos apresentados a um grupo em um ônibus, em que todos buscam encontrar o Vilarejo Nanaki. Um lugar que supostamente ninguém sabe onde fica (?!?!) e todos buscam uma vida nova lá. Contando com uma montanha de personagens que, a princípio, pode assustar alguns espectadores, o anime abraça seu ar de Expresso do Oriente, Lost e Senhor das Moscas. E alguns pontos dão muito certo. E outros muito errados.

sexta-feira, 25 de agosto de 2017

Death Note - 2017 (Netflix)

Saudações do Crítico Nippon!


Não poderia haver série mais saturada. Está muito pior que os remakes de Homem-Aranha em míseros 10 anos. Após o mangá ter virado anime (e em seguida, versões do diretor), surgiram duas ótimas adaptações cinematográficas japonesas, que seguiam fielmente a história com mudanças raras que até exploravam novas possibilidades interessantes. Em seguida, L Change the World surgiu como um desastre absoluto, tornando o detetive quase um herói de ação. Em 2015, aparece uma mini série pavorosa para TV que eu sequer consegui terminar. Em 2016 surge uma continuação dos longas japoneses, no filme Death Note – Light Up the New World. E agora temos esta versão da Netflix. Talvez o problema não seja a quantidade (embora ajude), mas que cada nova versão consiga a proeza de ser mais ofensiva que a anterior.

quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Padrim do Elfen Lied Brasil


Votar nos animes que iremos escrever primeiro?
Podcast com Betinha, Crítico Nippon e Natt?
Fotos dos bastidores?
Continuação do post de Shingeki no Kyojin?
E muito, muito, muito mais. Vamos lá:

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Durarara!! (2010)

Saudações do Crítico Nippon!

De Ryogo Narita, autor do aclamado Baccano!, este Durarara!! é um dos melhores animes de sua geração. Com uma galeria de personagens absurdamente vasta, todos complexos, o anime conta com uma linha temporal que deposita confiança total no espectador. Durarara é um exemplo raro de série disciplinada, com inúmeras características ambiciosas que se misturam harmoniosamente. É um verdadeiro presente.


(spoilers... embora não importe muito)