sábado, 13 de novembro de 2010

Comentando Elfen Lied: Volume 06


Inicialmente eu não pretendia comentar sobre esse volume, por acreditar que não tinha muito a acrescentar ou simplesmente preguiça mesmo. Mas como sou apaixonada por ciências biológicas e conseguentemente adoro obras que abordam ficção ciêntifica, ao reler o volume 06 de Elfen Lied, pelos assuntos tratados no lado científico, fiquei com uma certa vontade de escrever um pouco sobre.

E nesse volume temos um pouco de tudo, afinal é onde a Mariko aparece oficialmente pela primeira vez. Lucy que está ardendo em febre, alterna entre o que ela sempre quis ser (leia-se; Nyu) e o seu verdadeiro eu, que é uma garota atormentada pelas lembranças de um passado não tão distante assim. O legal é que esse é um dos poucos momentos em que se pode ver a Lucy com uma expressão delicada e doce, sem estar na forma de sua imagem perfeita, a Nyu. Achei bem interessante também ela se sentir ligeiramente envergonhada ao saber que quando tem aqueles lapsos de memoria, fica bem mais solta ( ou se preferirem o termo: "fica com safadesa") ao lado de Kouta. Interessante porque muitas vezes, queremos agir de uma maneira, mas seja por qual motivo for, acambos nos privando disso. Poderia fazer uma associação, de quando estamos com um nivel de alcool elevado no corpo, geralmente os mais sérios (ou timidos) ficam mais soltinhos e "alegrinhos".

Tem uma coisa que, eu nunca tinha notado antes (e nem nunca iria notar), sobre aquelas figuras que Kouta e Yuka fazem naquele fatidico festival de verão (página 50) e que graças ao glóssario que vem contido no mangá, pude descobrir. O nome dessa brincadeira de Yuka e Kouta se chama "Katanuki", que já é algo tradicional nas barricaquinhas de festivais japoneses; é uma placa de açucar caramelisado, que traz um desenho, com uma silhueta que deve ser destacada usando uma pequena agulha. Mas isso eu já sabia, o mais legal é descobrir que aquelas silhuetas que a yuka enfim consegue destacar é uma daptação de "Guernica", uma painel pintado por nada menos que Pablo Picasso em 1937. É uma das obras mais significativas do pintor.

Guernica
No, la pintura no está hecha para decorar las habitaciones. Es un instrumento de guerra ofensivo y defensivo contra el enemigo. ("Não, a pintura não está feita para decorar casas. Ela é uma arma de ataque e defesa contra o inimigo.") - Pablo Picasso, sobre Guernica

É dito que, Picasso não fez esse quadro para retratar a guerra e sim a injustiça. Coincidência essa obra fazer parte do contexto do mangá? Não, claro, não é preciso que eu diga aqui do que se trata a trama. Esse quadro retrata de forma teatral todo o horror e violencia do bombardeamente de uma cidade espanhola (que se chama Guernica, oêê :), por parte das tropas da Alemanha nazista. Quadro este que ainda gera polêmica (com ose pode conferir aqui e para quem se interessa por história: aqui).

Video feito por Lena Gieseke sobre o quadro de Picasso, totalmente em 3D. Ficou muito bacana.


E falando em Yuka, ela protagoniza o momento mais chatinho do mangá, que é quando faz todo um melodrama por ver Nyu abraçada a Kouta e dizendo que o ama. Não é que eu não goste dela e de certo modo até entendo suas dúvidas, mas muitas vezes ela consegue ser muito chata com todo o dramalhão que arruma por conta de sua paixão por Kouta, e esse é apenas um dos vários momentos que ela faz todo uma cena por...nada.

Enguanto isso, Mariko faz sua aparição e esta pronta para protagonizar juntamente com Nana e Kurama um dos melhores momentos do mangá, com uma carga emocional altíssima, que é todo um drama envolvente onde estará em pauta o que é mais importante; razão ou emoção? Bom também é poder assistir de camarote, as divertidas cenas de Nana tentando se socializar com todos e descobrindo um mundo novo, além da correntes que a prendiam.

Na parte ciêntifica da história, temos o descarado do chefe Kakuzawa sonhando com o dia em que conseguirá por as mãos (literalmente--!) em Lucy. Em todo volume ele faz um pontinha, explicando para a doidinha da Arakawa seu plano, que infelizmente o anime não teve tempo de abordar e que será o catalizador dos principais acontecimentos  que vão culminar no último volume. Também começa a ser abordado o passado de Kurama e sua amizade com Kakuzawa filho. E aparti desses pequenos flash-backs sobre o passado do supervisor Kurama é que ficamos mais por dentro de como e quando começaram a surgir os Diclonius. Claro, com a Lucy, é a resposta obvia. Mas olhando pela ótica de quem esta acompanhando de forma inédita, é uma conclusão interessante. E mais interessante vai ficando, podem ter certeza. Fala-se muito também no termo "Eva Mitocondrial", que é a teoria de que todos os humanos descendem de uma unica mulher. Gosto bastante dessa parte da trama, que faz uso da genética para explicar a existência dos Diclonius. Para os que não gostam tanto dessa linguagem, quando essa trama ganhar o foco, pode até se tornar meio cansativa, porém de suma importância.



Não sei até quando, mas Elfen Lied continua sendo meu mangá preferido, não apenas por falar de temas que eu gosto, mas também por seu autor, ter conseguido trabalhar tudo isso de uma forma magnífica. As vezes, saber como contar uma história, é o que faz a diferença entre sucesso e fracasso, pois não adianta somente ter um bom plot. Para quem gostou dessa edição, motivos para comemorar, pois essa trama se arrastra por mais pelo menos 2 volumes e teremos mais oportunidade de saber por termos técnicos, sobre os Diclonius.  Tenho que dizer que, mesmo já tendo lido, estou ansiosa pelo próximo volume, pois está bem pertinho da minha parte favorita do mangá. A edição da Panini continua excelente, com as contra-capas coloridas, glossário que é de grande ajuda para um mangá como esse e uma adaptação que consegue passar despercebida. Então só temos que agradescer o lançamento e comprar, afinal, sempre foi o sonho dos fãs poder ter esse mangá em mãos.                                                                                                           

6 comentários :

Anônimo disse...

aqui onde eu moro num chegou o volume 6 infelizmente

- biiαhђ« disse...

eu adorei *-*

borbs disse...

A ultima coisa que faço é ler aquele glossario viu Roberta. Valeu mesmo por relatar essa "curiosidade". Legal elfen lied ter varias referencias artisticas.

Samuel Lucas disse...

adorei demais esse volume e foi emocionante a Mariko ficando frente a frente com o Kurama. Estamos ficando cada vez mais distante do anime :S

Moka-chan disse...

quero uma segunda temporada :>

babilsuisu disse...

que venha logo o proximo volume

Postar um comentário

Os comentários deste blog são moderados, então pode demorar alguns minutos até serem aprovados. Deixe seu comentário, ele é um importante feedback.