sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

Meus animes preferidos em 2010


Ei meus lindos, 2011 já está ai impaciente batendo pra entrar e eu já estou no clima aqui. De uns tempos pra cá, tomei pavor de bagunça e badalação, mas ver os fogos com os amigos é muito legal. Mas eu não deixaria de passar aqui pra desejar um ano novo muto legal pra vocês e como este é um blog sobre animação japonesa; que seja um ano de ótimos animes e mangás, quem sabe não será nele que você vai encontrar aquele, que será seu anime favorito por um bom tempo.

Mas deixando o mimimi de lado né minna, 2010 foi um ano bem critícado por uma suposta queda de qualidade (roteiro,plot,personagens) na animação. O que eu posso dizer é que assistir sim uma outra bomba (Asobi ni iku Yo), mas no geral tive sorte, deixei de assistir alguns bons animes por falta de tempo (afina, se eu não tirar boas notas, minha mão tira minha net), mas pra esses o tempo não para e algum momento os verei. Vou dizer aqui os meus preferidos do ano. Eu como sou uma fanática por drama, por umas história forte e que mexa comigo e deixe o nome daquela trama cravada em minha memória ou coração, como foi o caso de Elfen Lied e Higurashi.  Nada contra as comédias, mas se a unica função de determinado anime for fazer rir, ele sempre virá em segundo plano para mim. Wahh, vamos lá e quem quiser se manifestar sobre minhas ou suas próprias preferencias, comente.

10 Seikimatsu Occult gakuin


Woaah, e olha como a Roberta é depravada colocando a imagem da Maya em trajes mínimos logo no inicio do post, hmm...Não minna (!), na verdade eu admiro personagens sensuais, principalmente as mulheres, pois você, minha linda, pode ser durona ou até tomboy, mas não pode deixar nunca de ser mulher e sensual e para isso, não é necessário ser vulgar. Bem, Maya é uma personagem que já vale para o anime todo. Se houvesse uma votação de melhor personagem do ano, eu ficaria louca se por acaso ela não fosse a escolhida ou pelo menos não ficasse entre os 5+. A trama de Seikimatsu Occult Gakuin, como o próprio nome já sugere, fala sobre uma academia de ocultismo e seus alunos que tem de lidar com estranhos acontecimentos desde a morte do diretor e fundador. Por conta de sua morte, Maya retorna ao lugar onde cresceu e decide investigar á morte de seu pai. Mas, por algum motivo ela odeia ocultismo, mesmo sendo a herdeira do patrimônio (academia) deixado pelo pai. Se Seikimatsu definitivamente não é um anime que irá te marcar, com certeza ainda assim está bem acima da média, tanto me qualidade técnica, personagens e roteiro. A intenção de fazer um anime sobre ocultismo, recheado com humor, não me convenceu, mas gostei de experiência de te-lo assistido e conhecido personagens tão marcantes como a Maya. E fica uma lição que não é preciso recorrer a elementos apelativos como fanserve, em um anime que tem uma personagem que consegue ser sensual dormindo ou cruzando as pernas, ecchi é algo que não faz a mínima falta.

09 Otome youkai Zakuro


E por falar em personagens marcantes, o que dizer da Zakuro, que com sua personalidade dificil, consegue conquistar a todos a sua volta. Bem, quase todos, pois na trama ela é uma meio-youkai e no periodo em que ela se passa, humanos e youkais habitam o mesmo espaço. E como não deve ser surpresa, a maioria das pessoas não os aceita, por causa de suas aparências. Zakuro tem um passado triste, mas consegue superar isso ao lado de suas amigas, que junto com ela fazem parte de um ministério, onde se visa combater o preconceito e promover o bom convívio entre humanos e youkais. Tudo fica mais interessante quando elas se juntam á oficiais do exercito. Este é um anime shoujo, baseado em um mangá ou ligh novel de conteúdo josei.   É bem mamão com açucar, romântico e bem emocionante, para aqueles que curtem esse tipo de trama. A trama tem também um bom drama, nada exagerado e um humor bem legal. Pra quem curte romances shoujos, lets go!

08 Ookami-san to Shichinin no Nakamatachi


Você que sabe tudo sobre animes, responda rápido; qual a semelhança entre a protagonista desse anime e todas as outras que ficaram na posição  9 e 10? Sim sim, elas são tsunderes. E esse foi algo bem comum que aconteceu em 2010, overdose de personagens tsunderes. Bom para aqueles que curtem, certo? Ookami-san foi um anime que eu não apostei nem um ficha, mas que acabou me surpreendendo por seu enredo. Confesso que comecei a assistir por causa incrível semelhança da Ookami com a Taiga, de Toradora, com exceção do tamanho, elas são indenticas. Como sou uma fangirl da Taiga, quem assistiu pode imaginar minha felicidade ao ver um crossover dos personagens de Toradora em Ookami-san, infelizmente faltou a presença do Ryuji. A trama do anime, se baseia em contos de fadas famosos mundialmente, como chapeuzinho vermelho e branca de neve e os sete anões. O próprio titulo já remete á essa ideia; Ooakmi-san e seus sete companheiros. Como ja falei muito, vou me abster de comentar a trama ou dar maior detalhes, quem ficar curioso pode conferir aqui maiores detalhes.

07 Highschool of the Dead


A trama desse anime é sobre zumbis e duvido que tenha algum fã de animação que não tenha tomado conhecimento sobre ele. Bem, nesse caso aqui não é necessário falar nada sobre a trama. O que eu posso dizer é que eu ja lia o mangá e esse foi um dos animes mais esperados por mim. teve uma adaptação bastante fiel ao mangá, mas ainda assim não conseguiu causar o mesmo impacto que o mesmo. O que foi uma pena, pois a produção da MadHouse foi excepcional. Me decepcionei um pouco, mas no geral foi um bom anime e por mais que critiquem o ecchi excessivo, é um anime que deve ser assistido por todos aqueles que adoram zumbis.

06 Kuragehime


Bem, apartir daqui, até o primeiro lugar, quero dizer que o grau de diferença é baixissimo. Eu como sou fã do gênero gender-bender e amo crossdressers, não poderia deixar de assistir á esse anime. Mas não foi apenas por isso, claro, eu senti que seria um anime interessante mesmo a sinopse não sendo la grandes coisas (como as maiorias). A história de Kuragehime é bem simples. Fala sobre kuranosuke , que é um crossdresser, que se traveste como uma linda mulher para contrariar o seu pai, mas todos sabemos que ele também faz isso por que gosta e talvez influência de sua mão, que gostaria que ele fosse uma menina. Mesmo com esse "estranho" hobby, Kuranosuke é "homem" e pegador ainda por cima. O que pode parecer estranho para nós ocidentais, é bastante comum para o povo japonês. Tem a protagonista, Tsukimi, que é uma otaku de agua-viva, sim sim  minna, nesse anime tem personagens que são otaku das coisas mais improváveis que você conseguir imaginar. Tem a que gosta de coroas, tem uma que é fascinada por trens e por ai vai. A trama gira em torno de uma improvavel relação de Tsukimi com Kuranosuke e seu irmão Shuu, além da provavel destruição da pensão (vou dizer assim) onde Tsukimi e suas amigas moram. Como eu disse, é um anime bem simples, mas cativante com seu humor menos convencional e um lindo romance. É ótimo assisti-lo quando seu nivel de stress está nas alturas e você quer apenas relaxar, mas ainda assim assistir algo com o mínimo de qualidade. deixo aqui, uma ótima analise dos primeiros episódios.

05 Panty & Stoking with Garterbel


Panty e Stoking surgiu já como oponente natural do moe de Keion e alguns chegaram até mesmo a decretar a morte do moe com a estréia desse anime. Esse é um anime, á primeira vista; estranho, esquisito. Mas que consegue ser bem mais profundo do que aparenta superficilmanente. Com traços de cartoon americano, este anime pode muito bem ser confundido com qualquer desenho do Adult Swim, mas que fica claro que não se trata de um mero desenho desse bloco, assim que se assiste ao primeiro episódio. O melhor desse anime, é fato dos episódios sempre fazerem alguma alusão á filmes e produções conhecidas dos EUA, além de fazer uma crítica surreal á celebridades, idolos e costumos dos americanos, tudo da forma mais troll possivel. A trama fala sobre duas anjinhas caidas que por conta de seus pecados, são mandados para o mundo humano e só poderão retornar após destruirem todos os ghosts que transitam na terra e coletar um determinado numero de moedas. Claro, estamos falando da Gainax, então o que se podia esperar era muita trollagem e se no inicio eu duvidava um pouco, P&S conseguiu ser mais louco e surreal que Furi Kuri. Se alguém que não assistiu ainda dúvida, deixo aqui uma ótima crítica.

04 K-on!!


Moe, moe kyun!!! Waah, eu amo keion. Fico pensando como pode, alguém não gostar de meninas tão fofas.   Mas do mesmo jeito que esta é uma série super bem aceita, com o sucesso, o numero de haters só tende a aumentar. Ao contrário de algumas pessoas, eu não acho que é preciso desligar o cérebro pra se assistir certas coisas, afinal, é preciso se manter um certo censo crítico em tudo que você faz ou assiste. Também não entendo quando algumas pessoas argumentam que Keion não tem nada, não acontece nada. Oras, estamos falando de um anime slife of life, logo este se torna um argumento fail. Keion foi feito pra entreter e divertir quem assiste, os episódios parados e regados á bolo, pouca música e muita preguiça tem tudo a ver comigo, afinal, para pessoas que assim como eu, são preguiçosas e fofas (eu me acho okay), tem tudo pra se identificar com alguma das keionbus.

03 Durarara!!


Com uma trama urbana e varios personagens que terão, em determinado momento seus caminhos entrelaçados, Drrr!! foi um dos animes mais marcantes de 2010. Mesmo que o anime tenha naturalmente seu personagem principal, é difícil de se apontar e dizer que esse ou aquele é determinando para a trama. E se pensarmos assim, o personagem mais importante da trama é a cidade. Sim, a cidade fictícia de Ikebukuro parece ganhar vida na narrativa do anime. Uma cidade que esta á beira do caos e com diversas gangues que disputam território entre si, não é nada surreal ou longe demais do que ja vivemos aqui. Com o passar dos episódios vamos nos identificando com um personagem ou outro, que tem sua história contada e explorada na trama. Na cidade de Ikebukuro, onde há gangues, pessoas com seus segredos e motivações, também há lendas urbanas que flertam com o sobrenatural. E mesmo que tudo pareça fracionário nessa trama, a história em si é como um imenso quebra cabeças que por mais sem sentido que pareça, depois que todas as peças se encontram, tudo faz um sentido claro. Mesmo que o final, tenha me deixado um pouco decepcionada, no geral Drrr! é um anime com uma história envolvente e criativa, e se viesse uma segunda sessão seria muito bem vinda. Para mais detalhes, confira aqui.

02 Shiki


E por falar em história envolvente, o que dizer de Shiki que terminou essa semana? Quando dizem que a ignorância é virtude, talvez estejam até certo. Pois comecei assistindo esse anime, sem saber o que esperar. Todo o conhecimento que eu tinha sobre a trama, era que era um anime de horror/drama/suspense, que não meus gêneros prediletos e que se parecia muito com Higurashi no Naku Koro ni. No inicio sim, pelo imenso clima de suspense e mistério, a trama sendo trabalhada em ritmo cadenciado, fui ficando mais e mais envolvida com a trama de Shiki. O visual dos personagens, foi um enorme choque para mim, critiquei bastante todo aquele visual colorido demais, extravagante demais, exótido demais. O cabelo dos personagens então, foi um show á parte. Mas com o tempo fui me adaptando e gostando do traço do anime. Pode se dizer o que quiser, mas que é um traço bem original e que se destaca com os demais animes, isso é. O figurino dos personagens foi algo que também fui me encantando com o tempo e hoje já pretendo até usar um deles (o visual ghotic lolita de Megumi Shimizu) para meu primeiro cosplayer. Para maiores detalhes técnicos, aguardem para breve uma crítica do Pedro-kun, que ele irá postar aqui no blog. No mais, posso dizer que foi o melhor anime de 2010, juntamente com Durarara!! e......

01 Angel Beats


Digam o que disserem, apontem as mil falhas que o anime teve e ainda assim ele com certeza vai ficar no topo das animações em 2010. Angel Beats é emocionante e obrigatório para os fãs de drama e fanboys da key. Este anime foi um projeto original, desenvolvido por Jun Maeda e Na-Ga (Kanon, Air Tv e Clannad) especialmente para a tv e que ganhou uma adaptação em mangá (que infelizmente ainda não tive oportunidade para ler). Angel beats fez um enorme sucesso, chegando á ser comparado com o anime da Harui, isso tudo graças ao roteiro muito bem escrito (prefiro acreditar que os furos, foram um gancho deixado para algo futuro x.x) e excelente produção da P.A. Works e animplex. As cenas de ação desse anime são maravilhosas, realmente de tirar o folêgo. A comédia não caiu muito bem no anime, em determinados momentos soou meio forçada, mas no que diz respeito as cenas dramaticas e de ação, não deixou a desejar. A trama fala sobre pessoas que morreram ainda jovens, mas que por algum motivo, não conseguiram ser felizes na terra. Nesse mundo pós-morte, eles tem a possibilidade de realizar esse tal sonho, onde podem enfim serem felizes. Mas tem um grupo que não vê as coisas dessa maneiro, a brigada SSS que é liderada pela fodona e carismática Yuri, que terão que confrontar o anjo, para que não sejam reencarnados e assim, terem o tão esperado encontro com Deus para que possam tirar satisfações. É uma trama bem interessante e que merecia ser melhor explorada, além desses 13 episódios que a série teve. Tanto Angel Beats como Shiki, se tornaram animes marcantes para mim, e o motivo deste estar em primeiro lugar, é somente quanto ao final. Se em Shiki faltou o climax, em Angel Beats tivemos um final apoteótico (falando como fã) e emocionante, que me levou as lágrimas. Como não pretendo me aprofundar mais do que isso, deixo aqui uma ótima analise. 

Seja um bom menino em 2011 ou você terá um encontro com Ozaki

Viram como o ano de 2010 até que não foi um ano perdido? E olhe que citei somente uma lista de dez animes, deixei alguns muito bons de fora, como MM! e Mitsudomoe, que me matavam de rir toda a madrugada que saia episódio novo. Okay, eu termino o post por aqui, pois olhando um pouco para ele, reparo que ficou meio grandinho (!). Tive que faze-lo as pressas, pois queria fazer um post especial para todos vocês visitaram o blog nesse ano e alguns até pediram por e-mail para falarmos de determinado anime e tal. Obrigado á todos e que continuem ligados aqui no mesmo canal (QQ), ano que vem tem mais discussões sobre Elfen Lied, outros animes e mangás seinens. Bye bye seus lindos.

6 comentários :

Anônimo disse...

kkkkkk sensacional, eu sou a primeira pessoa a comentar aqui em 2011

Jhon Almeida disse...

Hey hey, adorei o post e as escolhas. o/
Não posso falar sobre Otome Youkai Zakuro, Ookami-san e Kuragehime porque não tive a oportunidade de ver ainda, mas vou listar alguns dos meus preferidos de 2010 sem rankear, e não vou falar de todos (ou pelo menos não muito) pra não ficar muito longo hehe. Bom, primeiro os que coincidem com sua lista, Seikimatsu: por ter pra mim pelo menos que eu me lembre agora, o personagem(a) do ano que foi a fodorástica Maya (ótima escolha da imagem Roberta hehe), uma animação agradabilíssima de se ver, e uma reviravolta super interessante.
H.O.T.D: que também foi muito esperado por mim já que eu lia o mangá a muito tempo, e apesar de uma pontinha de decepção por terem cortado cenas "polêmicas" e importantes, compactado muito algumas, e alguns efeitos ridículos (peito matrix), o resultado final foi muito bom.
K-on: não teve anime que me divertiu tanto quanto ele nesse ano, aliás é um dos mais divertidos de se ver sem compromisso nenhum com a vida hehe.
E dois que não estão na sua lista, mas estão na minha, Bakuman: que eu já acompanhava o mangá e parei (coisa rara) pra acompanhar o anime. Tem uma história extremamente original, com personagens comuns que realmente me agradou muito.
E o que pode ser uma surpresa pra muitos eu citar, e muitos nem deve ter visto que é Densetsu no Yuusha no Densetsu: que eu confesso que tive uma certa resistência pra começar a ver por não ser lá muito fã de anime estilo Rpg (o anime de Ragnarok que o diga), e a sinopse que não é nada convidativa. Sem falar que andou nas últimas posições da audiência japonesa (olha que eu to falando quadragésimo pra baixo hein) junto com Fortune Arterial, Otome Youkai Zakuro.. o que não é novidade já que H.O.T.D e outros também sofreram do mesmo lá e aqui são sucesso. Mas apesar de aparentar ser só mais um Shounen da vida, ele tem coisas que faltam em muitos Shounens por aí, que se tiver que rolar romance e beijo, vai rolar, não tem frescura, se aparecer um personagem "bonitinho" que agrada quem tá vendo, nos episódios seguintes ele pode morrer horrivelmente como qualquer um, sem falar que ele é engraçado na hora certa, e bem dramático na hora certa também, e o "casal" dango são uma figura hehe.
Agora os únicos que vou rankear e que também estão na sua lista são Durarara em terceiro, e..
Em segundo Shiki: ainda não tive tempo pra ver o último episódio, mas o rumo que os últmos episódios vieram tomando não me agradou, apesar das cenas desses da carnificina na vila terem sido um show. Mas ainda assim ele tá no top top do ano, não vou falar muito porque pretendo comentar depois no post do Pedro depois que ver o último.
Em primeiro Angel Beats: como a Roberta disse, diga o que quiserem, critiquem o que quiserem nele mas não tem como, esse é o top dos tops do ano. Assim como Shiki entrou na lista dos melhores animes que eu vi na vida porque marcaram, eu também acho que 13 episódios foram pouco para o número de personagens importantes na história, por isso deu a impressão que o começo do último episodio foi corrido (o que de fato foi). Seria épico uma temporada com 22 que daria pra explorar cada personagem mas enfim, foi top do mesmo jeito, quem não se arrepiou com os últimos momentos de vida do Otonashi, Isawa cantando "MY Song", ou as cenas finais? Sem falar que as cenas de ação são um show a parte, e lógico, Tachibana Kanade OWNA!!!
Ufaa, eu tava preocupado por ficar longo, então é melhor eu parar se não vou escrever mais do que o post huahuahuahuahuahuahua...eu listei 8 então as duas ultimas vagas vão ficar em aberto por enquanto até eu terminar de ver alguns que ainda não tive tempo de terminar, enfim é isso aí. o/

cham disse...

Concordo com vários nomes da lista, mas eu escolho Kuragehime como o meu preferido do ano. E eu senti exatamente a mesma coisa sobre o visual de Shiki, até me arrepiei lendo o que você escreveu lol

Manolo Master disse...

Eu nao gosto de K-ON, sei la, talvez fofo demais '-'

O Mundo escuro de Morringhan disse...

Comentando atrasadíssima rs
Excelentes escolhas!Parece até que leu minha mente! kkk As únicas exceções são os títulos nas posições 8, 8, 10 simplesmente porque não consegui assistir T . T.

O que vc falou sobre, Shiki, Durarara e principalmente Angel Beats é exatamente o que acho. Eu também odiava o visual de Shiki e Alngel beats realmente teve um final 'apoteótico' como vc mesma colocou. Angel beats no início parecia ser apenas mais um anime e como achei Yurippe muito parecida com Suzumiya, esperava muitos fillers...E fiquei chocado [no melhor sentido possível] com o rumo da história e de fato chorei muito com o final rs. Fiquei voltando a cena várias vezes que remete a uma possível reencarnação dos personagens Otonashi e Anjo rs. Queria tanto uma continuação [sei que é impossível deixa eu sonha faz o favor run! rs]

Anônimo disse...

eu já assisti Drrr e Panty & Stocking *-*

Drrr foi o que eu mais gostei ><

os animes que eu mais gostei de ver foram Drrr, Elfen Lied e Soul Eater /ninguemperguntou

mas vou ver o resto da lista :3
tem jeito de serem muito bons *-*

enfim skoaksopaks
Kissu ;*
fui <3

Postar um comentário

Os comentários deste blog são moderados, então pode demorar alguns minutos até serem aprovados. Deixe seu comentário, ele é um importante feedback.