segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Comentando Elfen Lied: Volume 07

Altos surtos e muitos spoilers do volume 07

Oi pessoal, depois de mega atraso por parte da Panini, é hora de comentar sobre o mangá de Elfen Lied, sétima edição e sinto o fim cada vez mais próximo. Eu estou com varios mangás atrasados, mas este é o unico que leio religiosamente assim que eu acabo de compra-lo e por pouco eu não o encontro na banca que tenho costume de comprar, só tinha uma edição restante. Eu acho engraçado essas capas que o Lynn Okamoto escolheu para o mangá, sempre coloridos e cada um com uma cor diferente, quem olha assim, nem deve imaginar o contéudo que este mangá possui. Mas acho ainda melhor que aquelas capas de certos mangás, com as personagens em poses ecchi, para atrair o publico masculino pervertido.

  • Uma difícil decisão


Esse é o primeiro capitulo e que começa a pertubadora história do passado de Kurama. São longos e importantes flashbacks, que nos revelam sobre o incio dele no laboratorio, á convite do Kakuzawa filho. Laborátorio (ou instituição, como abordado no mangá) esse que tem como fachada, um lugar onde se trata um tipo incomum de anomalia presente em crianças, no caso a síndrome de morte subita infantil. O que não é nada crível (levando-se em conta, que varias crianças nascidas com chifres não é tão comum e logo a noticia se espalharia e todo mundo teria conhecimento da existencia dos diclonius), mas tudo bem já que esse não é o foco principal na discução.

Kurama é um personagem que nunca consegui sentir quaisquer tipo de afeição, é o que menos gosto. Mas nesse volume ficamos sabendo o motivo de algumas atitudes tomadas, mas ainda assim, não deixa de ser uma pessoa extremamente miseravel, e não foi a tragédia que o tornou assim, afinal de contas, antes dela, ele tentou matar a propria filha, que não tinha a menor condição de se defender. Só reconsiderando sua decisão, por ter a consciência pesada, pela morte da esposa, que até então, aparentemente tratava de maneira fria. Muitos haters consideram o drama e Elfen Lied, um verdadeiro melodrama, mas não penso que seja assim. É um drama envolvente e que emociona. Guardada, obviamente as devidas proporções, é algo que não está longe da realidade. Claro, é um drama forte e pertubador (para as pessoas mais senssiveis).


  • Revolta ou O delicioso veneno do Escorpião


Gostando ou não de Kurama, a dualidade trabalhada em cima do personagem, foi muito legal e os conflitos psicologicos estavam presentes ali, o incomodando no nivel maximo. Diante de lembraças de seu ex-colega, ao qual não deu a chance de poder ficar com sua filha diclonius e voltando mais a fita, o dia em que foi contaminado pela irmã de Nana, a número 23. Aqui pudemos ver aquele velho ditado, "quem com ferro fere, com ferro será ferido" e achando ele que estava sendo justo ao tirar a vida de Mariko, é quando aparece sua esposa, que deve ter tido daqueles precentimentos de mãe. Ao presenciar tal cena, ela entra em desespero e acaba morrendo de hemorragia. E isso tudo com uma tempestade caindo. Noto que há um padrão, quando se está chovendo, algo muito sombrio e pertubador pode estar acontecendo. Dica: evite sair em dias chuvosos e tome cuidado com suas costas.

Algumas respostas também são dadas ao público, por exemplo, a diferença entre a diclonius supremo Lucy e as outras garotas, que são denominadas silpelits e o que quer dizer esse termo. Em meio á muito dialogo, um eminente e perigoso confronto entre Mariko e Kurama se inicia e situações inusitadas acontecem, com a aparição de Bando, que manda tudo pelo ares. Motivo? Pasmem, o resgate de Nana e Kurama. Mariko que se fez de arrependida para conseguir o codigo da bomba que a mantia sobre o controle do pessoal do laboratorio, mostra mais uma faceta: enganar a todos com um belo sorriso inocente na face.Entrelaçada á saga da Mariko, está a trama que será desenvolvida muito em breve, que faz parte dos planos do ambicioso chefe kakuzawa e que, não foi mostrado na versão animada por falta de episódios.


  • Flores ao vento e muita perversão hentai


Eu tenho algo a dizer. Esse é o capitulo mais bagaceira do volume 07. E também fica explicito a capacidade de Lynn Okamoto de nos fazer rir e chorar emocionar, mesmo em uma situação tão dramatica. Nesse capitulo, acontece uma sequência, em que é revelado mais detalhes sobre uma personagem random; a Shirakawa. Sabemos ai que ela teve seus pais mortos por Kakuzawa e que trabalha como agente duplo. Uma espiã que, juntamente com Kurama, descobrem sobre os planos de kakuzawa, que será terrivel para a humanidade se for botado em prática. Como ela faz pra consegui as informações que precisa? Ela vende o prório corpo para o horroroso e esquisitão do Kakuzawa. Ao meu ver, essa é a parte mais bizarra do mangá e sinceramente acho que foi desnecessário apelar para tanto. Claro que, tudo bem, faz parte da narrativa (por mais que seja um fanservice @.@), mas ficou muito vulgar e pela expressão da personagem, ficou muito, mas muito parecido com um hentai. Mesmo esse tipo de situação, tendo um claro objetivo, acho dificil que alguém se sinta sexualmente excitado, pois o traço não ajuda. De qualquer forma, mesmo eu sendo bem critica quanto á essa parte, não nego que eu ri. Sim, eu ri e não sei se isso é normal (rir com situações hentais/ecchi), digam ai se alguém também se diverte com isso. Kakuzawa suspeita de um espião e pega Shirakawa de
surpresa ao anunciar a execução de seu plano para aquele mesmo dia. Na outra trama, temos sequencias hilarias entre Bando, Nana e Kurama. Bando continua um cretino boca dura, mas muito carismatico e dificil de se odiar por muito tempo, Nana mantém a fama de esfomeada e em seguida temos uma emocionante cena entre Kurama e Mariko. Ela inclusive, que nota um comportamento extranho por parte da S.A.T, demonstrando sua inteligencia e perspiscácia. A sequencia entre Kurama e Mariko, eu estava lendo e ao mesmo tempo, passava um filme em minha cabeça e me perguntava pela milesima vez, como pode não haver uma segunda temporada ou um ramake. Consigo escutar a forte trilha sonora instrumental quando Mariko está diante de toda a força amardada. O som das armas sendo recarregada e o close no rostinho dela. E a parte de Kurama caminhando em direção á Mariko e a abraçando? Nãnãnã..nãnã (wow)...


  • A caminho do céu ou Knockin' on heaven's door


 Nesse capitulo, é utilizado um dos truques mais sordidos que os autores tem: enganar, lubridiar a sua audiência, fazendo os pensar que um fato esta consumado, para logo em seguida fazer uma reviravolta. Mas isso é bom (as vezes), pois pode ser surpreendente e foi o que aconteceu comigo quando li o inicio desse capitulo pela primeira vez. Depois de Kurama e Mariko serem atingidos pelos misseis, achei que não teria mais volta. E também depois de toda aquela viagem LSD ( Elfen Lied, sempre flertando de forma psicologica e com o embasameno da ciência com o campo sobrenatural) entre os dois num suposto campo espiritual, como se ela estivesse morta e o encorajando a continuar a viver. Mas aqueles misseis não explodem, então tem alguma coisa de errada. Temos a explicação então que aquelas eram apenas carcaças de dos misseis, mas Nana que tinha acordado e voltado correndo para o encontro de seu amado Papa, quando vê a cena entre em desespero. Equanto isso Kouta se preocupa com o atraso de Nana e juntamente com Nyu, saem á procura da garota. São as engrenagens do destino se movimentando, diria a Furude Rika. Na
trama principal, Kurama se levanta dos destroços, mostrando que ainda esá vivo, para a felicidade de Nana. Mas temos mais reviravoltas, Mariko também está viva e para surpresa de todos também fala Nyu. Mas espera lá, na versão da Panini, ela não fala Nyu e sim Myu. Mas qual o termo certo? É Nyu, claro, e não imagino o que pode ter acontecido para eles adotarem esse termo, mas talvez seja pra não causar confusão já que temos uma Nyu, mas acho foi uma preocupação bem idiota, no caso Myu não tem a mesma força no contexto da história. O fato dela pronunciar Nyu, mostra um certo padrão por parte dos diclonius que acabam de perder a memoria.


  • Extermínio da Humanidade


E nesse capitulo temos uma parte mais cientifica e que aborda a trama paralela á de Mariko. Kakuzawa revela seu misterioso plano e a forma de como pretende acabar com toda a humanidade á ciêntista ambiciosa Arakawa. Na camera do lançado do missel que contem 10 capsulas com o fluido do virus vetor, que quando entrar em contato com a temperatura ambiente, evaporaria e se multiplicaria entre os japoneses, contaminando á todos, que sequer descobririam que são portadores do virus, assim tendo filhos silpelits, que consequentemente iriam se multiplicar, levando a humanidade á extinção. Enquanto isso, Kurama continua com a ideia fixa de matar Mariko, aproveitando que ela agora tinha se tornado uma inocente menina, incapaz de usar o vetores pra se defender. Nana da-lhe um sermão e logo aparece Shirakawa com pessimas noticias.



  • Ultimo recurso


E nesse capitulo, Shirakawa conta para Kurama os planos maleficos (Paola Bratcho deve estar adorando @.@) de Kakuzawa e se lamenta por ter sido uma pessima espiã. Kouta se aproxima da multidão e Nyu vê Nana e sai correndo para busca-la. Nyu que repete freneticamente; "comida", "comida", é fortemente detida pela tropa do Bope S.A.T á mando de Kurama, que vê na garota um trunfo para impedir que Kakuzawa prossiga com seus planos. Mas parece que já era tarde demais. Ver o Kurama berrando para que pegassem a Lucy Nyu não tem preço, pra todo resto use Mastercard (piadinha escrota, confesso).










  • Coração ou Utero. Eis a questão


Iupiii (como diz a Vick quando se empolga), as coisas vão começar a ficar quentes nesse capitulo. decepcionado por não poder mais impedir o plano de Kakuzawa, só resta á Kurama matar a rainha, a Lucy-sama, e a melhor forma é aproveitar que ela está adormecida e com uma personalidade diferente. É então que Kurama diz a frase mais escrota que um personagem de mangá ja pronunciou: "você ja matou gente demais". Ah por favor neh! Quem é esse sujeitinho pra falar isso, olhe a ficha corrida do cidadão e verá que está mais sujo que o Jose Serra pau de galinheiro. Com um tiro que quase atravessa o seu peito, Lucy desperta a tempo e faz a expressão mais gamante ever!!! Eu disse expressão?NOPE! Sem expressão alguma, mas que transmite muita frieza. E diz calmamente que Kurama lhe deve muito e nem sua vida vida poderia compensar. SUGOI. E quando Nana coloca se á frente de seu "Papa", pronta para defende-lo, Lucy dispara: "só te resta o pescoço intacto, lembra?". Minna, a versão da Lucy no mangá é muito mais insana, mais sadica, fria e parece se divertir com algumas maldades. Talvez elevando ao maximo esses sentimentos, tanto quanto sua dor e tudo que já passou. Como resultado, temos tudo de uma forma muito mais intensa. E eu nisso tudo? Eu surto. Tenho verdadeiros surtos psicóticos lendo esse mangá.


  • Distância


Tcharam! Minna, chegou o grande momento, finalmente o climax. As duas diclonius mais poderosas se enfrentando. As duas são inteligentes, sadicas e nós amamos as duas. Como fazer num momento assim? Dificil torcer por uma e por outra. A luta não é por um motivo tolo qualquer, mas cada uma esta defendendo o seu interesse. Nesse mangá vemos sequências realmente incriveis e de tirar folego (!). Mariko e Kurama parecem enfim se entendem, mas ela tem que lutar não apenas contra a Lucy, mas também contra o tempo. Eu seu fragil corpo encontra-se explosivos que estão prestes a disparar caso não se digite a senha. Mas por incrivel que pareça, o celular foi parar logo aos pés de Lucy (@.@). Ela que encontrou em Mariko um forte oponente e já não mantinha mais a mesma pose, mas ainda mantinha o mesmo ar debochado de antes. Ela caçoa de Shirakawa que tenta chamar a atenção para si, enguanto Mariko recupera o celular, mas Lucy está antenta. Quando enfim consegue recuperar o celular, Mariko acaba sendo vitima do hobbie predileto da Lucy, que é decapitar suas vitimas, começando pelas pernas.


  • Coração partido


Depois que você lê a mesma história por uma segunda ou infinitas vezes mais, você acaba percebendo coisas que antes tinham passado despercebidos. E por mais que certos acontecimentos não te choquem mais, tanto que consegue fazer ou brincadeira ou se divertir com algo. Mas simplesmente, tem ações que é muito, mas muito dificil não se emocionar novamente. E é isso que acontece nesse capitulo. Lucy é uma personagem que está com seus sentidos dormentes e já não sente mais dor, pouca coisa ainda há interessa, se sentir senssibilizada pelo sofrimento alheio? Dificil de acontecer. O que ela sente é o doce veneno da vingança, que por mais que não vá limpar da mente dele tudo que ja passou, ainda assim pode sentir que fez a sua justiça e a pessoa responsavel por sua maior dor, pode estar sentindo o mesmo que ela. Não é bonito, não é o certo, mas é o que se sente depois de levar uma vida miserável. Nesse capitulo, é tudo muito viceral, onde já se nota que um fim trágico está bem próximo. Ver Mariko se rastejando no chão sem suas pernas, realmente não é agradável, os pensamentos de Kurama em off, chegam á ser tocantes. Shirakawa arrependida, revela o fato de ter sido idéia sua, implantar explosivos no corpo de Mariko e esta disposta á pagar o preço, indo em direção á uma Lucy imóvel, que lhe entrega prontamente o celular. Shirakawa ainda tem tempo de se virar, jogar o celular em direção á Kurama e lhe revelar a senha, mas a Lucy é mais rápida e o destrói em pleno ar. Esse é o clima presente nesse
capitulo; esperanças despedaçadas, vontade de viver e reparar os erros cometidos, poder viver uma vida feliz ao lado daqueles que se ama. Todos os personagens estão envoltos nessa cortina branca de sentimentos, desejos e sonhos despedaçados. Shirakawa foi apenas mais uma a perder a cabeça para Lucy, enquanto Nana se agarra em Kurama, Mariko segura firme, com toda sua fragilidade naquele momento uma das pernas de Lucy. Ela sabe que os explosivos irão explodir e quer levar Lucy consigo, para assim salvar aquele que um dia quis lhe matar. Para o amor não existe razão, e para o ódio também não. E assim Mariko explode, tendo um final tão dramático quanto no anime, mas ainda mais triste, pelo fato de ter partido sozinha. Kurama teria feito um grande favor se tivesse morrido junto e ainda tornaria a cena bem mais poética e romântica.


  • Esperança no amanhã


É até engraçado um titulo desses logo após tudo que aconteceu no capitulo anterior. Mas é exatamente essa a "vibe" que o Lynn Okamoto quer transmitir. Nesse capitulo pudemos ver que a Mariko também tem a cabeça decapitada pela Lucy antes de explodir. E mesmo Lucy estando tão próxima de Mariko, a explosão da garota diclonius só lhe causa alguns ferimentos leves, além da perda dos chifres. Kurama fala sobre a teoria da perda desses chifres, que provavelmente Lucy não voltaria mais habitar aquele corpo, que agora era apenas uma casca vazia. Vemos adiante que não é bem assim e que os chifres voltam a crescer novamente...falar mais do que isso, seria spoilar demais as pessoas que ainda não leram os outros capítulos.  Nyu que aparece novamente no lugar de Lucy, tem sua vida por um fio, mas Nana á salva na última hora. Nana que tem um dos diálogos mais bacanas desse volume,  ao declarar que deseja se tornar mulher de Kurama. Nana leva Nyu de volta até Kouta e ambos voltam juntos para casa. O clima é de total despedida, é o fim de uma saga, que com certeza emocionou e levou muitos ao êxtase. Enquanto isso, para combinar com o clima de final de história, Kurama aparentemente pretende se matar. Se ele conseguiu ou não, só lendo o próximo volume. Outra coisa, a Panini manteve as onomatopéias por cima das palavras dos balãozinhos de dialogo, fato que atrapalhou bastante a leitura. Poderiam ter encontrado uma forma, que se mantivesse as onomatopéias originais, mas sem
prejudicar tanto a leitura. Em outro quadro, Nana e Nyu estão em casa e tomam banho juntas, parece rolar um certo climão, coisa que não combina muito com a perva da Nyu-chan, mas que é bem compreensível, a cabeça dela deveria estar girando e a pobre não entendendo naaaada.  A seguir elas comem Somen, eu gosto bastante desse clima familiar que as vezes aparece no mangá, contrasta bastante com a história, mas é exatamente assim que tem que ser. Vemos uma Nana emocionada, por estar em um lugar tão especial e experimentando coisas que Mariko nunca terá oportunidade de vivenciar. Algo bem próximo do que aconteceu no último episódio do anime. Logo em seguida, vemos algo que seria como um epílogo do próximo capitulo. Com parte de seu plano alcançado, Kakuzawa agora planeja o próximo golpe contra a humanidade. Pelo dialogo que ele tem com Arakawa, percebe-se que algo grandioso estar por vim. E posso dizer a vocês que realmente é algo impactante e que vai chacoalhar mais ainda a trama. No próximo volume, teremos inicio, àquela que considero a melhor saga (ou arco) que Elfen Lied tem. E tudo começa com o surgimento de novos e interessantes personagens e uma história mais complexa que o habitual e com o rotineiro drama se aproxima.


***

Dessa vez, fiz uma resenha totalmente diferente das anteriores sobre o mangá. Mais pessoal e mais surtada e sem se preocupar com spoilers. Foi divertido escreve-la. Mas foi mais divertido ainda, ler o mangá. Por isso, vamos comprar os volumes que saem todo mês pela Panini, nada melhor que poder pegar em seu objeto de paixão e poder ficar admirando-o. Principalmente se você é um fan hardcore.

13 comentários :

julio pq disse...

deu pra sentir aqui toda sua ira e ressentimento contra o sensor kurama beta kkkkkkkkk

Carlírio Neto disse...

Saudações


Só uma coisa: a morte para o Kurama ainda é pouco...
Fica barato demais...


Até mais!

http://www.punch-fansub.com.br/index.php#ep1639_HD_download disse...

ri mt manolo, foi a melhor resenha ja escrita. T+++

ALONE disse...

Mandou bem....eu só acho que pegam demais no pé do Kurama, não acho ele todo esse vilão que o povo desenha não, se verem bem, ele é apenas mais uma vitima.

Moka-chan disse...

Como assim vitima? O escambal que é vitima. Faço minhas as palavras do Carlírio, morte é pouco pra ele. Ele simplesmente usou a Nana da pior forma possivel, conquistou a confiança dela atraves de migalhas pra conseguir aquilo que queria.

Ay disse...

Não é que Kurama seja o VILÃO da estória, como todos os personagens, ele não é completamente bom e nem completamente desgraçado. Como todo ser humano, ele também é falho e age segundo seus interesses e toma atitudes que as vezes o faz se arrepender la na frente, por mais hipocrisia que seja isso tudo. Isso faz parte do ser humano, muitos de nos tambem usamos as pessoas que nos amamos ou cultivamos um certo carinho. Kurama nao é melhor nem pior que ninguem ali, mas de certo tambem não vou muito com a cara dele.

Lamb disse...

E vocês ainda se chocam e se revoltam? Ser humano é a criatura mais despresivel que existe. O que vemos na ficção nada mais é que reflexo da realidade.

Tuk-San disse...

parabéns pela resenha...muito boa msm

borbs (twiiter @Andresama) disse...

Roberta, eu moro na fase 2 e esse manga demora uma eternidade para chegar aqui, voce postou ali algumas indicaçoes de lojas, mas qual é a melhor, qual vc ja comprou e nunca teve dor de cabeça?

Roberta Caroline disse...

Borbs, eu sempre recomendo o AnimePró,ele compensa se você for comprar muitos mangás. Agora, se for só uma ou duas edições, o melhor é você ir no site da LigaHQ e comprar por la. É 1 real o frete pra cada mangá.

Ay disse...

Não é que Kurama seja o VILÃO da estória, como todos os personagens, ele não é completamente bom e nem completamente desgraçado. Como todo ser humano, ele também é falho e age segundo seus interesses e toma atitudes que as vezes o faz se arrepender la na frente, por mais hipocrisia que seja isso tudo. Isso faz parte do ser humano, muitos de nos tambem usamos as pessoas que nos amamos ou cultivamos um certo carinho. Kurama nao é melhor nem pior que ninguem ali, mas de certo tambem não vou muito com a cara dele.

Tuk-San disse...

parabéns pela resenha...muito boa msm

http://www.punch-fansub.com.br disse...

ri mt manolo, foi a melhor resenha ja escrita. T+++

Postar um comentário

Os comentários deste blog são moderados, então pode demorar alguns minutos até serem aprovados. Deixe seu comentário, ele é um importante feedback.