sábado, 30 de abril de 2011

Steins;Gate #04 - Stardust Shake Hand: O segredo de Mayuri


Se alguns animes sofrem com o problema de ritmo acelerado devido a ser em um único cour (média de 11/12 episódios), o mesmo não se pode dizer de Steins Gate que tem seguido num ritmo bem cadenciado desde o segundo episódio, mas como destacou o Qwerty em sua analise de primeiras impressões sobre o anime, assim como Shiki, virá a surpreender quando acontecer uma guinada na trama. No meu caso, não tenho o que reclamar, considero que o ritmo lento está perfeito até agora já que Steins Gate nunca prometeu ser um anime de ação ou um thriller psicótico/Sci-fi como Chaos Head.



Sobre o que a trama principal, vimos somente algumas pinceladas, mas nada de muito significativo, sendo o maior destaque o computador IBN 520 que também poderíamos considerar como um dos protagonistas da história. Ele agora estar em poder de Okarin é bastante significativo e a trama tende a seguir numa crescente. Outro ponto importante foi ser mencionado que o computador tinha sido deixado por um homem a 10 anos atrás, que instruiu o pai de Ruka a entregá-lo quando um sujeito jovem viesse a sua procura, este é Okarin.  Isto abre um leque de possibilidades envolvendo o enredo de Steins Gate e a premissa de viagens no tempo, afinal, o tal homem não teria como adivinhar o futuro, a não ser que ele já tivesse conhecimento do mesmo. Seria este homem John Titor? Mas ainda que pareça meio obvio, afirmar isso seria precipitado. 


Mas o foco maior desse episódio, foi na interação de Okarin com os demais personagens, para que a amizade que ele mantém com todos possa parecer o mais natural possível. Começando com Okarin e Kurisu ou eu deveria dizer, Christina (=D)? É bastante obvia a tensão sexual que rola entre os dois e a forma que esta relação é desenvolvida é bastante clichê, verdade. Mas ainda assim, soa bem natural dentro da trama e é até bem divertida vê-los se provocando mutuamente, é algo como uma “carga explosiva”. Se não fosse um anime japonês, eu jurava que já no próximo episódio Okarin roubaria um beijo dela ou ao menos, rolaria algo bem próximo disso.  O pai de Kurisu é citado na trama, abrindo ai mais um precedente de possível campo a ser explorado, a garota se nega aceitar que viagens no tempo possam existir e de uma forma que me soou até um pouco forçada,b ela solta de forma vaga o motivo. Provavelmente seu pai e a SERN possam ter alguma ligação com experimentos de viagens no tempo, que acabou não terminando muito bem. Pensem.


Este episódio se propôs a ser um pouco mais leve e mais cômico que os demais, com a interação com os demais personagens secundários que terão seu devido destaque mais a frente - ou não – mas que neste acrescentaram pouco, deixando uma certa ansiedade de vê-los já inseridos de forma direta nos eventos do enredo. Novamente tivemos uma espécie de prólogo sobre a Mayuri, quando ela para e fica olhando para o céu com a mão esticada. Imediatamente vemos em flashback uma cena que já havia aparecido antes, de Mayuri no cemitério. Ele diz que adora o hábito dela de ficar em  “Stardust Shake Hand” (em tradução livre: “Agitar as mãos ao pó das estrelas”).  A termos de curiosidade e possível referência, Stardust é um livro escrito pelo mesmo criador do aclamado Sandman;  Neil Gaiman, que ganhou inclusive uma adaptação para cinema com o mesmo nome  Stardust  (com o subtitulo: “O Mistério da Estrela Cadente” ou “O mistério da estrela”).  A história é sobre um jovem que promete á garota que é apaixonado, ir buscar para ela uma estrela cadente. Ambos vivem numa cidade chamada Muralha, que é rodeada por um imenso muro, que tem uma fenda que é constantemente vigiada, mas que se alguém a atravessasse, levaria esta pessoa para um outro mundo.


A White Fox está fazendo uma excelente adaptação até o momento e tecnicamente o anime segue estável e a direção está primorosa (gosto dos closes e o constante jogo de câmera), atenta a todos os detalhes que com certeza, gerará um burburinho quando sua trama realmente começar a deslanchar. Que venha mais um ótimo episódio.


Prevew do episódio #05

3 comentários :

o_o disse...

Agora to curiosa quanto a Mayuri, sera que terá abordagem de multiplos universos? Poderia ter falado um pouquinho de Sandman, essa HQ é um luxo.

Rodrigo disse...

Daru é o representante dos otakus gamers, como bem dito: "Daru é como o universo. Está em progressiva expansão" kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Ai ta mais um bom episódio, mas eu quero que aconteça logo alguma coisa louca, ta bom mas podia ter um pouco mais de ação.

julio pq disse...

Continua me agradando bastante, na minha lista, ta coladinho em primeiro lugar junto com Deadman, que é outro anime foda pra caralho.

Postar um comentário

Os comentários deste blog são moderados, então pode demorar alguns minutos até serem aprovados. Deixe seu comentário, ele é um importante feedback.